jump to navigation

A volta do blog de Babel! novembro 22, 2006

Posted by The Derbi in Energia, Espaço, Matéria, Personalidade, Tempo.
4 comments

Após exatamente 1 ano e 19 dias sem atualizações, Biblioteconomia de Babel poderia se considerar um blog morto e realmente estava. Entretanto misteriosamente um bibliotecário de Babel bateu lá na porta de casa esses dias e, magro como espantalho, com um olhar cadavérico e fixo, tirando o pó da roupa, me disse:

Vamos lá, me dê uma CDU, um AACR2 e um cafezinho e vamos recomeçar o trabalho! Ah! e chame aquela menina de óculos para ajudar .

Traga também uma pá.

Assustado e surpreendido pela soturna figura, não tive como argumentar. Fui com ele e ressuscitamos a Biblioteconomia de Babel!

Agora no wordpress. Com posts organizados numa adaptação das categorias fundamentais de Ranganathan!

Contando também com mais uma colaboradora: a ilustre Carla Castilhos, also known as Puny! Ela passou por nossa rigorosíssima avaliação por pares e foi convidada pelo excelente trabalho que faz no blog dela.

Bem estamos de térmicas cheias e sem sono, vamos tirar o pó do AACR2!!!

***

Anúncios

Efeitos do tempo – Google para bibliotecários – MORE outubro 23, 2005

Posted by The Derbi in Energia, Tempo.
1 comment so far

O tempo é com certeza o pior inimigo do homem, fazem dois meses que não posto nada aqui, por falta de tempo para sentar e escrever. Diversos bons recursos poderiam ter sido divulgados, horizontes poderiam ter sido ampliados, mas a imperturbável ampulheta segue varrendo tudo e cobrindo o mundo de ferrugem. Bem, o mais provável é que isto não tenha feito diferença nenhuma pois ninguém lê isto aqui mesmo hehehe. Mas para não deixar a idéia morrer e para seguir ocupando espaço, posto novamente hoje. Provavelmente estes recursos já são bem conhecidos, mas é o que eu posso fazer até que cronos me devola o tempo.

******

O google criou uma newsletter direcionada para bibliotecários, o Google Librarian Center e está interesado em saber como os bibliotecários enxergam e ensinam o uso dos recursos do google, como o Google Print e o Google Scholar.

******

Esqueça a NBR6023!!! O MORE – Mecânismo Online para referências faz todo o trabalho para você! Apesar de estar em fase Beta, o MORE já dá conta do recado direitinho e faz automaticamente todas as modalidades de referência, bibliográficas ou não. O único defeito é que o sistema não arruma as maiúsculas no título e subtítulo. Dica: para autores em língua espanhola ou outra e indicação de parentesco no nome, digite os nomes que virão antes da vírgula sem espaço entre eles e depois apenas adicione um espaço quando colar a referência. Exemplo: digite “Gabriel GarciaMarques”, para obter: GARCIAMARQUES, Gabriel.

Obrigado ao Flávio Nunes e ao Fabiano Couto Corrêa da Silva por terem me dado esta dica quase simultaneamente!

Biblioteconomia Visceral maio 31, 2005

Posted by The Derbi in Energia, Espaço, Matéria, Personalidade, Tempo.
1 comment so far

Biblioteconomia de Babel pretende ser um espaço para reflexão sobre a formação e atuação de bibliotecários no Brasil e no mundo, os dilemas, os desafios, os problemas e as iniciativas para o desenvolvimento da profissão.

Mais do que isso, pretende promover a discussão de todo e qualquer tema relacionado à informação e ao tratamento que ela recebe, tanto dos profissionais da área quanto da sociedade que consome e gera informação.

O título é inspirado no conto “Biblioteca de Babel“, de Jorge Luis Borges, que foi talvez o maior escritor latino-americano e também bibliotecário. No conto, uma biblioteca infinita, contendo livros com todas as combinações possíveis de letras de todos os alfabetos existentes era o úniverso e seus mistérios provocavam a imaginação e a confusão dos bibliotecários que o habitavam. Este blog é a nossa válvula de escape, nosso manifesto sobre a babel que se tornou a biblioteconomia atual, nossa opinião expressa (à favor ou contra, isto não interessa) sobre o estado das coisas.

Biblioteconomia de Babel é carregado com todas as possibilidades semânticas deste título. Desde o fascínio com acelerada expansão das possibilidades e importância da informação na sociedade, até a ironia quanto a desorganização e falta de comunicação nos cursos de biblioteconomia e entre os profissionais da área.

É feito por estudantes, professores e formados do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que não querem ficar isentos à essas discussões e que não querem se restringir ao academicismo da retórica universitária ou à inépcia da prática técnica pura.